Estas 12 mulheres vão te ajudar a emagrecer

0
antes e depois de Tina
Tina emagreceu sem precisar de academia

Mais do que emagrecer, precisamos pensar em transformar nosso corpo em sua melhor versão. E, para isso, as estratégias para cada pessoa são diferentes. Você sabe qual é a que mais se adapta ao seu estilo de vida?

Como cada organismo reage de um jeito diferente, é sempre bom ter contato com histórias variadas de superação e perda de peso.

Reunimos 12 relatos a seguir, sobre como conquistar o corpo dos sonhos!

1. Ir para a academia não é obrigatório

A britânica Tina Adams engordou por ser sedentária. Ela então começou a treinar de 5 a 6 vezes por semana, mas não acredita que ir para uma academia seja obrigatório. Para ela, é possível fazer todos os exercícios em casa mesmo, basta ter de 30 a 40 minutos disponíveis por dia para começar a ver os resultados.

A jovem recomenda fazer uma mistura entre aeróbico e treinos de força usando vídeos no Youtube para te ajudar. Existem conteúdos de muita qualidade, e você pode fazer sem gastar um centavo com mensalidade.

2. Marcar os exercícios no calendário ajuda na motivação

antes e depois de adrienne
Adrienne queimou toda a barriga

Se você tem vergonha de ir para uma academia, Adrienne Walter indica que comece com treinos em casa também. Uma vez que comece a perder peso, sua confiança vai aumentar e você se sentirá mais capaz de fazer atividade física. Uma boa dica é começar fazendo aulas que te divirtam, como Zumba, por exemplo, de três a quatro vezes por semana.

Outra sugestão que ajuda muito é anotar cada atividade no calendário. Assim, você poderá marcar todas que já frequentou. “Me fez sentir mais completa e ajudou nos momentos em que eu me sentia desmotivada”, conta ela. Agora, Adrienne conseguiu montar uma agenda bem completa para toda a semana, com muitas variações. “Eu quase nunca faço o mesmo treino por dois dias seguidos. Adoro que seja assim”. Para ela, essas mudanças contribuem para que não se sinta desestimulada ou enjoada dos treinos.

3. Aprender a treinar com companhia

antes e depois de Kayla
Kayla abandonou os maiôs e deixou a vergonha de lado

Quando começou sua jornada, Kayla Mills sabia que precisava de companhia para manter sua motivação, pois não conseguiria se exercitar sozinha. Ela então comprou aulas de treino HIIT e começou a frequentar.

Depois de alguns meses de progresso, com mais confiança, ela conseguiu então treinar sozinha. “Eu assisti inúmeros videos no Youtube, usei exercícios que aprendi nas aulas de HIIT e tentei outras aulas fitness para me manter interessada”, contou ela.

4. Caminhar pode ser suficiente

antes e depois de kim
Kim está de silhueta nova

Para eliminar 45kg, Kim Dye não precisou fazer atividade física super intensa. Ela começou a caminhar cerca de 3km por dia para levar seu filho para a escola. “Em cerca de 2 semanas, eu comecei a perceber que minhas roupas já serviam melhor. Então eu decidi ir além”, explicou.

Com o tempo, ela aumentou a distância para 4 e, então, 6km ao dia. E sua perda de peso é a prova de que apenas uma caminhada consistente e diária já podem trazer resultado.

5. Fazer exercícios que você ama

antes e depois de Jen
Você reconheceria Jen depois da perda de peso?

Para Jen Wagner, o segredo do emagrecimento está em fazer exercícios que você ama. “Eu nunca fiz nada que me fizesse sofrer e nunca mais voltar”, declarou. Por isso, em vez de academia convencional, decidiu jogar tênis, 4 vezes na semana, e pelo menos entre 1 e 3 horas por dia. Jen também passou a fazer jardinagem uma vez por semana, pensando em atividade física mesmo. “Teve vezes em que eu queimei mais calorias no jardim do que em uma corrida de 30 minutos”.

Dentre suas outras atividade, natação, caminhada com carga, jump com a filha.. Tudo que seu relógio contasse como queima de calorias. “Eu não pisei na academia uma única vez nessa jornada”.

6. Fazer treinos em casa e sem falhar

antes e depois de Jess
Jess agora não tem nem sinal de barriga

Quando você depende de carro ou de horários fixos para treinar, é mais fácil criar desculpas para faltar. Ao fazer atividade em casa, você elimina essa possibilidade. E foi o que Jess fez. “Eu adorei não precisar sair de casa para fazer um bom treino e sem precisar pagar um centavo”.

Ela aproveitou os programas caseiros para combinar cardio e musculação. Em geral, fazia atividade 6 vezes por semana, por 30 minutos, sempre que tinha um tempinho na rotina. Para ela, ajudava a deixar um horário diferente a cada dia, para não virar uma obrigação desagradável.

7. Encontrar a motivação pessoal

antes e depois de Jessica
Jessica está mais magra do que nunca

Jessica Fiels sugere que a motivação precisa ser sempre interna, nunca o fruto de comentários ou reclamações alheias. Ela então iniciou um programa de perda de peso apenas depois de entender porque queria emagrecer.

E por meio das atividades, acabou conquistando também mais confiança e empoderamento. “Não me sinto mais intimidada pela balança e as pessoas ao redor. Me sinto mais forte do que nunca!”.

8. Sair da zona de conforto

antes e depois de Allie
Allie está irreconhecível

Em busca de constante renovação, Allie Lamay acredita que o treino não pode ser cômodo, é preciso sempre ter coisas novas. Ela começou indo para uma academia por 4 meses, mas acabou perdendo a motivação. Foi quando decidiu tentar algo novo e uma amiga sugeriu o crossfit. “Foi quando tudo mudou para mim”.

Ela se sentia intimidada e nervosa, mas garante que ter uma comunidade no crossfit a impulsionou muito para fora de sua zona de conforto. Ao se desafiar, conseguiu bons resultados no corpo e na autoestima.

9. Começar devagar

antes e depois de Lexi
Lexi conquistou o corpo dos sonhos

Ninguém engordou de uma hora para outra. Por isso, Lexi Lowther sugere iniciar a rotina de exercícios a passos de bebê. “No começo, eu fui a uma academia local e saí de lá em questão de minutos. Então, decidiu que caminharia todas as noites. Caminhar me levou a pedalar, pedalar me incentivou a montar uma academia caseira.

Lexi acrescenta que tem tentando treinar de três a quatro vezes por semana. “Demorou meses para chegar onde estou”. Segundo ela, é preciso lembrar que se trata de uma jornada e que vai levar tempo para criar uma nova rotina.

10. Fazer esforço, mesmo quando não quer

antes e depois de jordan
A autoestima de Jordan também melhorou

Jordan Watters tem um conselho que você talvez não queira ouvir. É preciso se esforçar para ter resultados. E isso inclui se esforçar mesmo quando você está morrendo de preguiça. Ela começou com exercícios de cardio e então, 6 meses depois, a fazer musculação para continuar emagrecendo e ganhar massa muscular.

E nem sempre tem sido fácil. “Eu não amo cada segundo da corrida, mas nunca terminei uma corrida sem me sentir vitoriosa. Então tento fazer render o máximo, mesmo quando não estou me divertindo”. Portanto, tenha em mente que mesmo quando não estiver com vontade de treinar, no final, vai valer a pena.

11. Comer bem para dar energia para o treino

Antes e depois de arielle
A jornada de arielle foi intensa

É comum que quem faça dieta tenha pouca força e explosão no treino. Isso acontece porque não está fornecendo energia adequada para o corpo. No entanto, a alimentação precisa ser consistente. “A atividade física me ajudou a compreender melhor a comida. Eu precisava de combustível para meu treino, e me restringi menos”, aprendeu Arielle Lorre.

Então, o conselho dela é que você precisa comer o suficiente para conseguir ter energia. Ela emagreceu 5kg, mas gosta de reforçar que os exercícios também aumentam o peso da musculatura. Por isso, foca mais em medidas do que na balança.

12. Ter uma meta fitness que te mantenha motivado

Antes e depois de Brooke
Agora Brooke tem uma barriga tanquinho

Antes de Brooke Strait engravidar, ela faz crossfit e adorava. Quando voltou a treinar após o parto, sua motivação para perder peso não era das melhores. O que ela queria, na verdade, era ficar melhor no Crossfit.

Treinar regularmente ajudou, mas ela decidiu que mudar a dieta era o que precisava para render mais nos treinos. “Agora, 3 anos depois e com um segundo bebê, eu peso 59kg e tenho 18% de gordura corporal”, revela, mencionando que ter uma meta fitness foi mais eficiente do que uma meta de emagrecimento.

13. Buscar o seu jeito de fazer as coisas

Essas 12 mulheres podem ter te ajudado muito com dicas e sugestões, entretanto, a mudança precisa partir de você. Tente responder:

  • o que funciona no meu dia a dia?;
  • que horários eu tenho disponível?;
  • o que eu quero e espero do meu corpo?;
  • o que é possível realizar de acordo com a minha genética;
  • quem me fez emagrecer, eu mesma ou influências externas?;
  • como é o caminho que mais se adapta ao que eu busco?

Ainda que simples, essas questões ajudam a dar um melhor direcionamento. Há quem esteja desejando emagrecer para agradar o marido, namorado, etc. E ainda que a motivação dentro de casa seja importante, a decisão não pode ser de outra pessoa, apenas sua.

Da mesma forma, não dá pra querer treinar como a Gracyanne Barbosa, por exemplo, se você não tem o dia livre, profissionais à disposição e condições de levantar cargas muito altas, só vai se frustrar. É preciso respeitar as suas limitações e se desafiar lentamente.

Para encerrar, vale dizer que é sempre bom ouvir outras pessoas que já conquistaram o objetivo que temos. É uma forma de perceber que mesmo que seja difícil, a meta é possível, dependendo apenas de esforço e escolhas corretas.

Você tem uma história parecida sobre como emagreceu? Ou ainda está vivendo essa jornada? Deixe seu comentário, vamos adorar saber o que te ajudou durante o processo de perda de peso!

Que tal um produto natural para ajudar seu emagrecimento? Cromofina e ZeroCaps

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui