Devo fazer cardio todos os dias para emagrecer? A verdade vai te surpreender

0
Devo fazer cardio todos os dias para emagrecer? A verdade vai te surpreender

Você já se viu pensando em ir para a academia todos os dias? Sobre como provavelmente emagreceria se corresse ou fizesse zumba diariamente? Pois sabe que não é bem assim. Embora os exercícios cardiorespiratórios sejam importantes, fazer cardio emagrece até certo ponto.

A primeira questão é que se você repete a mesma atividade por muito tempo, sua mente tende a desgostar. É enjoativo subir na esteira dia após dia. Além disso, seu corpo e seu psicológico precisam de novos estímulos constantemente. Existem maneiras mais inteligentes de desafiar seu corpo.

Se você está se perguntando qual é a quantidade de cardio ideal para o seu treino, fique tranquilo. É sobre isso que vamos falar hoje!

Devo fazer exercícios cardiorrespiratórios para perder peso?

É verdade que quanto mais cardio você faz, mais calorias queima. No entanto, de acordo com Tom Holland, fisiologista do exercício norte-americano, é preciso mais do que isso. “Fazer apenas treinos de cardio não é a abordagem mais eficiente”. Isso porque os exercícios de força ajudam na construção muscular. E quanto maior a musculatura, mais rapidamente o metabolismo vai trabalhar.

Na prática, isso significa que não basta apenas queimar mais calorias, mas sim fazer com que seu corpo trabalhe em favor dessa queima naturalmente. Essa é a resposta para um emagrecimento que permanece.

Para Austin Johnson, famoso personal trainer nos EUA, fazer cardio todos os dias não é algo ruim. Entretanto, sua indicação é de sempre dividir os esforços em mais de uma atividade. “Para meus clientes que querem perder peso, eu faço uma combinação de cardio e treino de resistência, como musculação. Ambos são importantes para queimar a gordura acumulada”, declarou ele, ao ser questionado sobre o assunto.

Que tipo de exercício eu posso fazer?

Você não precisa morar em cima de uma esteira ou bike. Na verdade, não há necessidade nem de viver nadando ou pedalando no elíptico. O cardio está presente em outras atividades mais simples. Fazer aquela faxina da semana em casa se qualifica perfeitamente. Pode não parecer, mas varrer, passar pano, limpar vidro, pendurar roupa, tudo conta ajuda seu corpo a queimar calorias.

Caso você não queira ou não possa frequentar uma academia, vale pular corda em casa mesmo também. Se trata de uma atividade super básica, que não exige nem a corda, apenas o movimento, e com um gasto calórico alto.

Para ter certeza de que se trata de cardio, pense que seu batimento cardíaco precisa subir entre 60 e 70% durante o exercício. Uma mulher de 25 anos, por exemplo, tem uma frequência cardíaca de 50 a 60 batidas por minuto. Durante o movimento, esse número deve chegar de 80 a 96bpm. O ideal é que essa frequência se mantenha por pelo menos 30 minutos ao dia.

O lado bom é que pesquisas científicas têm demonstrado que esses minutos não precisam ser em sequência. Você pode, por exemplo, dar uma corridinha leve de 15 minutos pela manhã, caminhar mais 5 na hora do almoço e pedalar outros 10 à noite. Sua meta estará cumprida.

Embora não pareça um treino, seu corpo vai responder a esse estímulo. Lembrando sempre que é importante desafiar seu organismo constantemente.

O que fazer para aumentar os resultados

O que fazer para aumentar os resultados?

Para acelerar a queima calórica, um outro tipo de treino tem se mostrado eficiente. O treino com intervalo. Ou, mais especificamente, o HIIT — High Intensity Interval Training. Algo como treino intervalado de alta intensidade. Se trata de um método que pressupõe menos tempo de exercício, mas com uma intensidade mais alta. O período de descanso ajudaria a chegar a mais resultados, causando mais estresse ao organismo.

Esse estresse obriga o corpo a passar mais tempo se recuperando. A ideia é realizar um esforço grande, em pouco tempo, fazendo com que o corpo precise queimar mais calorias a longo prazo.

Se você ainda é novato nos treinos, não tem problema o treino HIIT, como é mais conhecido, pode ser adaptado para todos os condicionamentos. Confira um exemplo que você pode seguir:

  • 4 minutos de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 1 minuto de caminhada leve
  • 20 segundos de corrida na maior velocidade que conseguir
  • 5 minuto de caminhada leve

No total, esse treino tem apenas 15 minutos. Entretanto, se você realmente desafiar seu corpo, correndo em alta velocidade, vai cansar muito mais do que uma hora de caminhada leve.

O segredo é que como você sabe que se trata de algo breve, sua mente não se sente tão preguiçosa, por assim dizer. A sensação é de que logo vai terminar. Durante a atividade, você vai notar também um impulso maior por aumentar sua velocidade. Nosso espírito competitivo pode ser facilmente despertado com uma atividade como essa.

É importante que esse treino não seja seguido por mais do que 21 minutos. Você pode aumentar o tempo de corrida e diminuir o descanso, mas evite realizar a atividade por mais tempo ou vai perder o princípio de explosão que o método propõe.

Afinal, com que frequência fazer cardio?

Volte a considerar o equilíbrio entre exercícios cardiorrespiratórios e o treino de força. Se você quer perder peso com saúde, pode fazer atividade física diariamente, porém, com uma divisão mais equilibrada.

Você até pode fazer musculação e corrida no mesmo dia, por exemplo. No entanto, não se trata de algo obrigatório. Dá pra alternar entre os tipos de treinamento.

Veja como pode ser seu calendário:

  • Segunda: treino de resistência, como musculação ou funcional;
  • Terça: cardio, pode ser corrida, natação ou pedal
  • Quarta: Treino HIIT
  • Quinta: treino de resistência, como musculação ou crossfit
  • Sexta: cardio, opções como zumba e jump são eficientes também
  • Sábado: descanso
  • Domingo: treino HIIT

Como você pode notar, o treino intervalado no domingo é uma forma de motivação. Fazer exercício no fim de semana é sempre mentalmente mais desafiador. Ao saber que você só vai precisar de alguns minutos, será mais fácil manter a motivação.

Em resumo, você pode fazer cardio todos os dias se quiser. Tem gente que adora dar aquela corridinha todas as manhãs, para começar bem o dia. No entanto, é importante que não exceda os limites do seu corpo à toa. Se a meta é o emagrecimento, prefira dividir sua semana entre diferentes atividades. Dessa forma, será mais fácil não desistir pelo caminho. Sem contar que os resultados serão bem mais eficientes.

Vale dizer também que sua meta precisa ser a de uma nova rotina saudável. Se você pensar apenas na perda de peso, talvez não tenha tanta consistência no seu treino.

Se você está pensando que é exatamente esse o seu caso, aproveite para seguir nossas redes sociais! Teremos sempre novidades para ajudar na saúde do seu corpo e da sua mente!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui